FacebookTwitterInstagramYouTube

Segunda, 06 Março 2017

Em apenas 2 anos, veículo cria fidelidade com leitores e se torna vitrine comercial

Em apenas 2 anos, veículo cria fidelidade com leitores e se torna vitrine comercial
Esses leitores não estão somente no Tocantins, nos demais Estados do Matopiba, na região norte ou espalhados pelo Brasil. Estão ao redor do mundo (foto: Juliano Ribeiro/SeagroTO/Arquivo

A política editorial que privilegia além do aspecto técnico tudo que envolve o setor e entraves burocráticos resultou na expansão do conhecimento da classe produtora sobre o Norte Agropecuário e, consequentemente, o site rompeu barreiras do Estado.

Em apenas dois anos o Norte Agropecuário conquistou o número de 172.913 usuários, ou seja, um público assíduo e fiel do site. Os números são do Google Analyctis, principal ferramenta e de maior credibilidade na aferição de audiência da internet mundial. O Analyctis aponta ainda que o Norte Agropecuário teve, nesse período, mais de meio milhão de visualizações. O número é considerado relevante para um veículo de comunicação técnico e voltado a um público específico.

Esses leitores não estão somente no Tocantins, nos demais Estados do Matopiba, na região norte ou espalhados pelo Brasil. Estão ao redor do mundo. Isso porque, conforme o Analytcis, o Norte Agropecuário é lido, assiduamente, em pelo menos 14 países da Europa, Ásia, América do Norte e do Sul. Os principais países são Holanda, Estados Unidos, Rússia, Filipinas, República Checa, Reino Unido, Israel e Japão.

O alcance rendeu ao Norte Agropecuário também o reconhecimento como um veículo de comunicação utilizado por empresas e instituições como vitrine na divulgação de seus produtos e serviços. Empresas do Tocantins e de outros Estados, além de instituições federais, viram no Norte Agropecuário como parceiros comerciais. “O nosso lema é: Para o produtor, o Norte Agropecuário é uma importante fonte de informação... Já, para empresas e instituições do agronegócio, o portal é vitrine para expor produtos e serviços. O que vem, graças a Deus, dando muito certo”, disse Cristiano Machado, editor do portal.

Norte Agropecuário

FacebookTwitterInstagramYouTube