FacebookTwitterInstagramYouTube

Terça, 21 Fevereiro 2017

Implantação de novas tecnologias em granjas auxilia na viabilidade econômica da produção

Implantação de novas tecnologias em granjas auxilia na viabilidade econômica da produção
É necessária consciência sobre a manutenção dos animais para produção de alimentos (foto: Revista Agro)

A implantação de novas tecnologias na produção de proteína animal é uma tendência em granjas de todo o mundo. Ao adotar a chamada zootecnia de precisão, criadores de aves, suínos e bovinos conseguem controlar ambiente, nutrição, manejo e sanidade com ajuda da tecnologia - dando o tratamento exato para a necessidade dos animais.

Para debater e apresentar os resultados da zootecnia de precisão de frangos de corte, a Professora da Universidade de Milão, Dra. Marcella Guarino apresentará os resultados do projeto EU-Precision Livestock Farming Europeia, durante sua palestra no II Congresso de Zootecnia de Precisão, que será realizado em paralelo a AveSui, no dia 25 de abril, em Florianópolis (SC).

Referência nos estudos realizados sobre a tecnologia de inovação na produção, a Ph.D. membro do Conselho da Escola de Ciência Animal e de outros Comitês da Faculdade de Medicina Veterinária de Milão, Profa. Dra. Marcella Guarino, tem seu trabalho voltado em PLF estudando a aplicação de possíveis soluções inovadoras para a monitorização automática das condições de saúde e bem-estar dos animais na produção.

Segundo Marcella, quando pensamos em zootecnia de precisão o setor ainda enfrenta alguns desafios, tendo em vista que o aumento da demanda por carne exercerá uma pressão ainda maior sobre a consolidação e eficiência do setor, gerando a criação de granjas maiores. Dessa forma, a economia de escala e especialização deixará as granjas cada vez maiores e com menos produtores.

"O produtor moderno é confrontado com a crescente pressão para cuidar de um grande número de animais por granja, a fim de ter um negócio economicamente viável. Hoje, o apoio técnico pode trazer os animais para mais perto do produtor, ajudando-o na coleta de informações. Ao mesmo tempo, há preocupações crescentes sobre a saúde animal em relação a questões de saúde humana, além de outros aspectos do bem-estar que se tornaram um ponto importante", explica Marcella.

De acordo com a professora, os europeus têm mais consciência sobre a manutenção dos animais para a produção de alimentos. "Eles devem ser criados, tratados e abatidos de forma mais amigável. Como consequência, muitas variáveis precisam ser monitoradas durante o processo de produção em nível animal, da granja e de cadeia alimentar", ressalta a palestrante.

A TECNOLOGIA NA PRODUÇÃO

As decisões de gerenciamento são na sua maioria baseadas na observação, julgamento e experiência do produtor. No entanto, com o aumento da escala da produção e o maior número de animais, é cada vez mais difícil monitorar a criação de forma satisfatória. A aplicação do conceito de Zootecnia de Precisão tem como objetivo introduzir uma abordagem formalizada para ajudar os produtores a aplicar a filosofia na gestão dos seus efetivos.

Na prática, o que era feito apenas manualmente ganha agora a precisão de equipamentos e softwares específicos. A avicultura é o setor da pecuária que mais avançou nos últimos anos em sistemas de precisão. Grande exportador mundial de frangos, o Brasil tem boa parte de seus aviários automatizados, desde o sistema de alimentação até o controle de climatização.

"Para rentabilizar as granjas hoje, na era da globalização, é crucial poder comparar experiências e tecnologias diferentes, mas também é importante conhecer as diferenças entre os consumidores tendo em conta a saúde e bem-estar animal. Esse é o papel mais importante de eventos como o Congresso e AveSui, pois reúnem em um ambiente democrático pesquisadores e pessoas interessadas no assunto de países e experiências diferentes", explica a Professora.

Coordenado pela Prof. Dra. Ibiara C. L. Almeida Paz, da Universidade Estadual Paulista - Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (UNESP), juntamente com Prof. Dra. Fabiana Ribeiro Caldara da Universidade Federal da Grande Dourados - Faculdade de Ciências Agrárias o Congresso reunirá renomados palestrantes nacionais e internacionais atendendo aos interesses de empresas, entidades do setor e estudantes, não só do Brasil, mas de todo o mundo.

SERVIÇO - A programação completa do II Congresso de Precisão e as inscrições para participar do evento podem ser feitas pelo site http://www.zootecniaprecisao.com.br/

Norte Agropecuário

FacebookTwitterInstagramYouTube