FacebookTwitterInstagramYouTube

Segunda, 06 Fevereiro 2017

Estado que tem no campo sua vocação, Tocantins vê investimentos da Secretaria de Agricultura e Pecuária despencarem 84,95% em 2016

Estado que tem no campo sua vocação, Tocantins vê investimentos da Secretaria de Agricultura e Pecuária despencarem 84,95% em 2016
Investimentos da Seagro foram de R$ 2,68 milhões no ano passado (foto: Aldemar Ribeiro/SecomTO/Arquivo)

DANIEL MACHADO
DE PALMAS

Os investimentos da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) do Tocantins despencaram dramaticamente em 2016, na comparação com 2015. Dados do Portal da Transparência do governo do Estado consultados pelo Norte Agropecuário mostram que os investimentos da pasta caíram de R$ 17,82 milhões em 2015 para R$ 2,68 em 2016. A redução percentual foi de 84,95%.

CONFIRA A LISTA DOS INVESTIMENTOS DA PASTA EM 2015 E 2016

OUTRO LADO:
Governo admite queda, constesta número e cita dívida da gestão Siqueira

Enquanto os investimentos da pasta responsável pelos dois principais setores da economia do Tocantins foram reduzidos a R$ 223,76 mil por mês em 2016, ante R$ 1,48 milhão em 2015, os gastos com custeio e folha salarial tiveram variações bem menos significativas – reduções de 6,52% e 0,89%, respectivamente.

De folha salarial, por exemplo, a Secretaria da Agricultura e Pecuária pagou R$ 20,01 milhões em 2016, enquanto em 2015 o montante havia ficado em R$ 20,19 milhões. Já no item “Outras Despesas Correntes”, onde está inserido o custeio, o gasto em 2016 foi de R$ 9,82 milhões, enquanto que em 2015 ficou em R$ 10,51 milhões.

Para todas as comparações, o Norte Agropecuário utilizou apenas pagamentos efetivamente realizados.

DISCREPÂNCIA NA GESTÃO

A realidade da Secretaria de Agricultura e Pecuária, ao menos em variação percentual de 2016 a 2015, é muito diferente da registrada no resto do governo do Estado. No ano passado, o governo do Estado investiu R$ 436,07 milhões, um monte R$ 199,25 milhões superior aos R$ 236,82 milhões de investimentos de 2015. Percentualmente, o aumento foi de 84,14%.

Norte Agropecuário

FacebookTwitterInstagramYouTube